Drops de filosofia [9]

Racionalismo e empirismo
O racionalismo consiste na tese gnosiológica segundo a qual algum conhecimento se origina na razão. Essa tese foi historicamente representada, p. ex., por Descartes, segundo o qual o conhecimento certo se origina das ideias inatas (claras e distintas).

O empirismo consiste na tese gnosiológica segundo a qual todo conhecimento se origina na experiência, da empiria (dados dos sentidos) –ou seja, na tese de que nenhum conhecimento se origina na razão. Essa tese foi historicamente representada, p. ex., por Locke, segundo o qual o conhecimento se origina da sensação (mundo externo) e da reflexão (mundo interno).

Do ponto de vista filosófico-sistemático, portanto, racionalismo e empirismo constituem teses ou posições epistemológicas acerca da origem ou fonte do conhecimento.

E do ponto de vista histórico-filosófico, racionalismo e empirismo constituem as duas principais correntes da filosofia moderna.

§  Origem do conhecimento
o   Empírica ou a posteriori (posterioridade cronológica) => o   empirismo
o   Não-empírica ou a priori (prioridade lógica) => racionalismo