Heurística

hagemann-kant– Professor, em que consiste, afinal, a assim chamada Revolução Copernicana, de Kant?

– Consiste em considerar, hipoteticamente, que o sujeito é quem determina a forma do conhecimento do objeto, e não o contrário.

– Não entendi, professor!

– Consiste em tentar tirar o osso da carne de galinha, e não o contrário.

Drops de filosofia [4]

A estrutura básica de um trabalho acadêmico de filosofiadeve articular-se em quatro momentos ou partes:
  1. Apresentação: apresentação do problema e da hipótese, bem como do método de trabalho;
  2. Introdução histórica: história do problema até a situação atual (status quaestionis);
  3. Desenvolvimento sistemático: defesa argumentativa (demonstração) da hipótese, à mão de contra-argumentos e contraexemplos, e
  4. Conclusão: recapitulação e ratificação da hipótese inicial, agora ao modo de tese.
§  Estrutura do trabalho científico
o   Apresentação
§  O problema
·         Motivação
§  A hipótese
§  O método
o   Introdução
§  Consideração histórico-filosófica
·         História do problema
o   Status quaestionis
o   Desenvolvimento
§  Consideração sistemático-filosófica
·         Argumentação
o   Contra-argumentos
o   Contraexemplos
o   Conclusão
§  Recapitulação
§  A tese

Drops de filosofia [1]

Problema, hipótese e tese

Problema é, basicamente, uma diferença entre uma situação dada, real, presente, e outra, almejada, ideal, futura. Do ponto de vista formal, deve poder ser expresso por uma sentença interrogativa, ou seja, uma pergunta.
Hipótese é uma tese provisória que se pretende demonstrar e/ou aplicar. Trata-se, por assim dizer, de uma candidata à (categoria de) tese.
Tese é uma proposição afirmativa, uma asserção, que, como tal, possui valor de verdade, ou seja, pode ser ou verdadeira ou falsa. É resposta a um problema.
• Problema
o Diferença
– Real– Ideal
– Ser – Dever-ser
= Discurso descritivo – Discurso prescrtivo
– Presente– Futuro
• Hipótese
• Tese