Problemas Filosóficos

«Um problesklma filosófico […]  é um problema de sentido. Sua resposta não é uma declaração de fato, mas uma interpretação de palavras ou declarações, especialmente uma busca de suas implicações – das quais as pessoas normalmente não têm consciência. As declarações filosóficas não são empíricas, mas sim conceituais. Se, por exemplo, você pergunta: “O que faz com que um gêiser entre periodicamente em erupção?”, essa é uma questão empírica, científica. Mas: “O que você quer dizer com ‘causar’?”, esse é um problema filosófico – um dos mais abrangentes, de fato, na filosofia da ciência. [A philosophical problem […] is a problem of meaning. It answer is not a statement of fact, but an interpretation of words or statements, especially a pursuit of their implications—of which people are usually quite unaware. Philosophical statements are not empirical, but conceptual. If, for instance, you ask, “What causes a geyser to erupt periodically?” that is an empirical question, a scientific one. But: “What do you mean by ‘causing’?” is a philosophical problem—one of the most far-reaching, in fact, in the philosophy of science.]» (Susanne K. Langer, Why Philosophy?, 1961)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s